Viagra genérico garante prazer?

0

O Viagra é o remédio mais comum para o tratamento de disfunção erétil, mas também um pouco controverso. Com seus efeitos colaterais e alto índice de falsificação, o medicamento pode trazer mais preocupações do que soluções, por isso é importante estar bem informado.

Nesse artigo, você saberá como o medicamento funciona, qual o seu tempo de duração e se o Viagra genérico garante prazer. Acompanhe:

O que é Viagra?

O Sildenafila, que é comercializado com o nome de Viagra, é um remédio utilizado para ajudar homens com problemas, como a disfunção erétil, a ter uma performance satisfatória em relações sexuais.

Este medicamento atua aumentando o fluxo sanguíneo e dilatando os vasos do pênis, provocando a ereção por um tempo determinado.

Viagra aumenta a libido? Como ter mais prazer com viagra?

O Viagra não aumenta a libido do homem, afinal o seu efeito é de aumentar o fluxo sanguíneo até o pênis.

homem cama olhando viagra
FreePik

Para aumentar o desejo sexual e, de fato, ter o resultado esperado, obtendo mais prazer com o medicamento, é necessário que o homem tenha um estímulo que contribua com o medicamento para o aumento da libido.

Saiba mais sobre 5 dicas para escolher um filme pornô para ver a dois

Quem pode usar Viagra?

O Viagra é um remédio recomendado apenas para homens que tenham impotência sexual e disfunção erétil, acima de 18 anos. No entanto, é necessário estar atento, pois esses problemas costumam afetar mais pessoas acima dos 50 anos.

No entanto, existem algumas restrições, como é o caso de quem sofre de falta de ar e sente dores no peito, especialmente após exercícios físicos (mesmo que de leve intensidade). 

Nestas condições, o remédio pode agravar um problema de saúde sério e causar mais danos do que benefícios.

Onde comprar Viagra?

O Viagra é um medicamento vendido apenas em farmácias. Tecnicamente, é necessário ter receita para comprá-lo. No entanto, como ela não fica retida, muitas pessoas conseguem comprar o Viagra sem a prescrição médica. 

Quanto custa o Viagra?

O preço do Viagra costuma variar, de acordo com a dose. Por exemplo, um comprimido de 50 mg (que é a quantidade recomendada, geralmente) custa, em média, de R$ 25 a R$ 30.

Viagra genérico garante prazer e é confiável?  

O medicamento Sildenafil, que é seu ingrediente ativo do Viagra, também está disponível como medicamento genérico, sendo uma alternativa mais barata e igualmente eficaz.

Enquanto uma cartela de 4 comprimidos de 50 mg do Viagra pode chegar a R$ 115, na versão genérica custa em torno de R$ 60.

O efeito produzido pelo genérico é o mesmo, com igual tempo de duração e as mesmas recomendações que o Viagra. Dessa forma, o medicamento genérico Sildenafil garante o mesmo prazer, sendo provocada a ereção da mesma forma que o Viagra.

Quanto tempo dura o Viagra? 

O Viagra deve ser tomado pelo menos uma hora antes da relação sexual, pois demora entre 30 minutos e 60 minutos para fazer efeito.

Porém, após obter a ereção é necessário estar atento: o tempo máximo de duração do efeito do remédio é de até 4 horas. 

Viagra tem efeitos colaterais?

Embora não seja muito comum, o Viagra tem efeitos colaterais. Entre estas reações, estão dores de cabeça, visão embaçada, náuseas, ondas de calor e tonturas.

Vale ressaltar que, em homens com de falta de ar e dores no peito, os efeitos colaterais podem ser ainda mais graves.

O que é disfunção erétil e impotência sexual?

A disfunção erétil, também conhecida como importância sexual, trata-se da incapacidade do homem em ter e manter uma ereção por tempo suficiente para ter relações sexuais que sejam satisfatórias.

Além de ter dificuldade em provocar uma ereção, o homem com impotência sexual normalmente tem menos desejo sexual.

senhor com disfunção
FreePik

Esta condição é bastante comum: estima-se que a cada ano surgem 1 milhão de novos casos de homens com impotência sexual e disfunção erétil, segundo a Sociedade Brasileira de Urologia.

Essa condição pode durar anos ou até mesmo a vida inteira. Por isso, torna-se necessário ir ao médico para obter adequadamente o diagnóstico.

Entre as causas que podem provocar a disfunção erétil e resultar em impotência sexual, estão:

  • problemas cardíacos, vasculares, hormonais e neurológicos, 
  • distúrbios psicológicos, 
  • alcoolismo,
  • tabagismo.

O médico avaliará a saúde do paciente de uma forma ampla para descobrir qual problema de saúde pode estar relacionado à impotência sexual.

Como tratar a disfunção erétil? Tem cura?

Normalmente, a impotência sexual está relacionada a algum outro problema de saúde que pode estar afetando a dificuldade em obter uma ereção.

homem triste relação problemas
FreePik

Quando diagnosticado e tratado o problema de saúde, você terá mais chances de voltar a ter uma vida sexual mais saudável e satisfatória, ou seja, a impotência sexual pode ter cura!

No entanto, antes disso, é necessário tratar a disfunção erétil em si. Existem diversos tratamentos que podem ser usados, como remédios orais, como o Viagra.

Há alguns outros tratamentos possíveis, caso os remédios via oral não proporcionem o resultado esperado, como injeções vasodilatadoras, que são aplicadas diretamente no pênis. Em casos mais graves, podem ser feitas até mesmo intervenções cirúrgicas.

O ideal é procurar orientação médica, para que um especialista possa avaliar o seu caso, entender o que está causando a disfunção erétil e tratá-la da maneira mais adequada.

Muitas vezes o problema pode ser muito mais simples do que parece e, dessa forma, você não precisará depender sempre de remédios, como o Viagra, para provocar ereções e ter uma vida sexual ativa e satisfatória.

O Viagra é o tratamento mais comum para impotência sexual e disfunção erétil. No entanto, não é um medicamento que deve ser usado sem orientação médica, mesmo que seja possível comprá-lo sem apresentar receita. 

Assim, como todo remédio, pode apresentar reações e efeitos colaterais incômodos e indesejados. Consulte sempre um urologista antes de decidir tomar este ou qualquer outro medicamento para disfunção erétil.

A impotência sexual pode trazer muito estresse, ansiedade e insatisfação à vida do homem. Como vimos, este problema tem cura e pode ser tratado!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.